TENTANTES:
As sementes de erva-doce são ricas em vitamina C, vitamina A, potássio, manganês, zinco, ferro e cálcio. 

Elas contêm polifenóis, com propriedades antioxidantes, além de conter fitoestrógenos, estimulando e regulando o ciclo menstrual, com impacto direto na fertilidade.

LACTANTES:
A erva doce (P. anisum) é uma das ervas usadas com segurança na medicina para muitos efeitos benéficos, especialmente durante o tempo de lactação

E quando passa pelo leite materno, a erva-doce também ajuda a aliviar os problemas digestivos e os sintomas de dor abdominal ou cólica em bebês — um benefício muito bem-vindo tanto para a mãe quanto para o bebê.