Tão importante quanto entender as necessidades da pele das gestantes a cada trimestre gestacional é conhecer a fundo quais os produtos e ingredientes que realmente devem ser EVITADOS durante a gestação.

Vamos destacar aqui alguns exemplos de ingredientes que são contra indicados pela literatura médica mais atual para uso tópico durante a gestação:

– Beta hidroxiácidos: especialmente o Ácido Salicílico.
 – Retinol: Vitamina A, ácido retinóico, palmitato de retinol, retinaldeído, adapaleno, tretinoína e isotretinoína.
 – Formaldeído: Procure pelos nomes FORMOL, formaldeído, quaternium-15, dimetil-dimetil (DMDM), hidantoína, imidazolidinilureia, diazolidinilureia, hidroximetilglicinato de sódio e 2-bromo-2-nitropropano-1,3-diol (bromopol).
– Uréia em concentrações tópicas acima de 3%.
 – Hidroquinona: abster-se de hidroquinona, hidrochinona e quinol / 1-4 dihidroxibenzeno / 1-4 hidroxibenzeno.
– Parabenos: Procure pelos nomes – propil, butil, isopropil, isobutil e metilparabenos.
– Chumbo.

Os produtos tópicos utilizados na pele durante a gravidez devem ser específicos para a pele das gestantes, de preferencia o mais natural possível, evitando materiais que contenham corantes, fragrâncias ou conservantes sintéticos.

Uma escolha consciente sobre o que podemos aplicar na pele durante a gestação, transforma essa fase em um momento mais tranquilo para a futura mamãe e seguro para o seu bebê.